CCJ do Senado aprova projeto que institui documento único de identificação

6 de abr de 2017

Como forma de desburocratizar o sistema, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou, nessa quarta-feira (5), o projeto de lei da Câmara que propõe a junção de dados biométricos e civis, como o RG, a carteira de habilitação e o título de eleitor em um só registro, o Documento de Identificação Nacional (DIN). A proposta prevê que a "carteira unificada" deverá ser emitida pela Justiça Eleitoral ou por ordem do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a outros órgãos. O documento vai ser impresso pela Casa da Moeda, tendo como base de identificação o Cadastro de Pessoa Física (CPF). "A matéria desburocratiza a vida do cidadão, permitindo que um só documento sirva às mais diversas situações do dia a dia, nas quais se exige a comprovação de dados pessoais perante órgãos e entidades públicos e privados", declarou o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), relator do projeto na CCJ, à Agência Senado. A proposta, no entanto, ainda precisa ser aprovada no plenário da Casa.

0 comentários:

Postar um comentário

Agradecemos imensamente seu comentário, pedimos que tenham cuidado com ofensas e críticas aleatórias, desde já agradecemos.

 
Início | Musa do Diário | Horário dos Ônibus | Contato
Copyright © Diário do Entroncamento
Design by Diario Publicidades | Tecnologia do Blogger *IMAGEM DO SMARTPHONE ILUSTRATIVA, MODELO E MARCA A DEFINIR.
    Facebook Google + YouTube