Soldado mata cabo da PM após discussão sobre cotas raciais

1 de set de 2015

Um soldado do 11º Batalhão da Polícia Militar de Pernambuco, em Recife, matou um colega de trabalho após uma discussão sobre cotas raciais. Segundo o Diário de Pernambuco, o chefe de planejamento operacional da PM do estado contou que a vítima, o cabo Adriano Batista, trabalhava no batalhão há dez anos e era contra as cotas dadas a negros. Após uma discussão exaltada com o soldado Flávio Oliveira, Batista informou que se recusava a continuar no mesmo plantão e começou a dirigir a viatura de volta para o batalhão. Oliveira então atirou contra o cabo à queima-roupa, na cabeça, fazendo com que o veículo perdesse o controle e batesse em outros dois carros. A viatura só parou após uma soldado que estava no banco do passageiro puxar o freio de mão. Batista chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Oliveira foi detido e levado para o 11º Batalhão. Em entrevista ao TV Jornal, o soldado alegou ter sofrido um “surto” e que não lembra do que aconteceu. “Depois que atirei, fiquei parado, na minha, e desci da viatura. A colega que estava no banco da frente perguntou o que eu tinha feito e eu não lembrava", afirmou. "Eu me arrependo com certeza. Ele deixou um filho e eu também. Mas agora não tem o que fazer", finalizou o suspeito. (BN)

0 comentários:

Postar um comentário

Agradecemos imensamente seu comentário, pedimos que tenham cuidado com ofensas e críticas aleatórias, desde já agradecemos.

 
Início | Musa do Diário | Horário dos Ônibus | Contato
Copyright © Diário do Entroncamento
Design by Diario Publicidades | Tecnologia do Blogger *IMAGEM DO SMARTPHONE ILUSTRATIVA, MODELO E MARCA A DEFINIR.
    Facebook Google + YouTube