Indonésia está determinada a executar outro brasileiro

31 de jan de 2015
A Indonésia permanece determinada a fuzilar em breve sete estrangeiros, incluindo o brasileiro Rodrigo Gularte, condenados à morte por tráfico de drogas, depois que o novo presidente do país rejeitou os recentes pedidos de indulto.
Gularte, de 42 anos, foi condenado à pena de morte em 2005 por entrar no país com seis quilos de cocaína escondidos em pranchas de surf.
O ministério das Relações Exteriores do Brasil informou na semana passada que o pedido de clemência de Rodrigo Gularte foi rejeitado pelas autoridades indonésias.
A diplomacia brasileira indicou que pretende seguir trabalhando até “esgotar todas as possibilidades de comutação da pena de Rodrigo Gularte permitidas pelo ordenamento jurídico da Indonésia”.
A defesa do brasileiro ainda tem esperanças de que o governo de Jacarta reconsidere a decisão por razões médicas, já que o condenado foi diagnosticado com esquizofrenia. De acordo com a lei indonésia, ele poderia ser internado em um hospital psiquiátrico, ao invés de ser executado.

0 comentários:

Postar um comentário

Agradecemos imensamente seu comentário, pedimos que tenham cuidado com ofensas e críticas aleatórias, desde já agradecemos.

 
Início | Musa do Diário | Horário dos Ônibus | Contato
Copyright © Diário do Entroncamento
Design by Diario Publicidades | Tecnologia do Blogger *IMAGEM DO SMARTPHONE ILUSTRATIVA, MODELO E MARCA A DEFINIR.
    Facebook Google + YouTube