Marina diz que trajetória de Campos não pode ser esquecida

19 de ago de 2014
A ex-senadora Marina Silva destacou hoje (19) a importância do ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência pelo PSB, Eduardo Campos, para a política brasileira. Marina disse que a trajetória de Campos não deve ser esquecida com a morte dele, mas incorporada como um legado pelos que acreditam nas bandeiras defendidas por ele. “[Eduardo foi] um homem que, mesmo diante da descrença do seu compromisso de que ia trabalhar para renovar a política, não se rendeu às criticas e continuou com a sua bandeira empunhada e até o último momento, pediu que não desistíssemos de lutar pelo Brasil. Um Brasil com justiça social, democracia, com respeito ao meio ambiente, um Brasil onde a política continue sendo a arte de lutar por um bem comum”, destacou. Marina participou da missa em homenagem a Campos na Catedral de Brasília, que reuniu políticos de vários partidos e autoridades. A ambientalista é a mais cotada como sucessora de Campos na chapa presidencial da coligação União para o Brasil. A decisão será anunciada amanhã (20) durante reunião da Executiva Nacional do PSB, em Brasília. Segundo Marina, que não respondeu a perguntas dos jornalistas sobre os rumos que a campanha deve tomar daqui para frente nem sobre o nome do candidato a vice-presidente que vai compor nova chapa, lamentou que os ideais de Eduardo Campos tenham se tornado conhecidos “ao preço de tamanho sacrifício e tamanho aperto”. (Agência Brasil)

0 comentários:

Postar um comentário

Agradecemos imensamente seu comentário, pedimos que tenham cuidado com ofensas e críticas aleatórias, desde já agradecemos.

 
Início | Musa do Diário | Horário dos Ônibus | Contato
Copyright © Diário do Entroncamento
Design by Diario Publicidades | Tecnologia do Blogger *IMAGEM DO SMARTPHONE ILUSTRATIVA, MODELO E MARCA A DEFINIR.
    Facebook Google + YouTube