Saúde em Pauta: O fim do sorriso amarelo

23 de dez de 2013
Em primeiro lugar, há várias razões para os dentes ficarem amarelados: idade, etnia, uso de antibióticos na infância (tetraciclinas), fumo, uso freqüente de alimentos com pigmentos escuros (coca-cola, café, chocolate, chá-preto, chimarrão, açaí, cevada, shoyu, entre outros) e má higiene.
Nos três últimos itens, uma limpeza feita pelo dentista, com a ajuda de ultra-som, jato de bicarbonato e pastas para polimento, já vai melhorar muito a cor do seu sorriso. Já no caso dos três primeiros itens, ou se, após a limpeza, seus dentes ainda não estão tão brancos quanto você gostaria, a opção é o clareamento.
Há dois tipos de clareamento: o clareamento caseiro e o clareamento com luz ou laser. Ambos necessitam do acompanhamento do dentista e precisam de limpeza prévia para evitar manchas nos dentes. Em casos mais difíceis, ambas as técnicas podem ser associadas. Compare as duas e veja qual se encaixa melhor em seu perfil.
Vale lembrar
- Durante o tratamento, evite o uso de alimentos com pigmentos fortes. E, claro, não fume nunca.
- Clareamento não enfraquece os dentes. Ele apenas limpa em profundidade o esmalte e a dentina pela liberação de oxigênio.
- O gel clareador só age sobre os dentes. A cor de restaurações e coroas devem ser ajustadas alguns dias após o término do clareamento.
* Lisany Manfrim Contrera – Cirurgiã-dentista.
[Fonte: Revista Conexão JA - Out. a Dez.  2007 p.12]

0 comentários:

Postar um comentário

Agradecemos imensamente seu comentário, pedimos que tenham cuidado com ofensas e críticas aleatórias, desde já agradecemos.

 
Início | Musa do Diário | Horário dos Ônibus | Contato
Copyright © Diário do Entroncamento
Design by Diario Publicidades | Tecnologia do Blogger *IMAGEM DO SMARTPHONE ILUSTRATIVA, MODELO E MARCA A DEFINIR.
    Facebook Google + YouTube