MERGULHADOR SUÍÇO ARRISCA A VIDA PARA FOTOGRAFAR ANACONDA DE OITO METROS EM RIO NO BRASIL

12 de set de 2013

Fotografar a vida selvagem é um trabalho de risco, mas não haverá muitas situações onde estes profissionais arrisquem tanto a vida como o mergulhador suíço Franco Banfi, que ficou a centímetros de uma gigante anaconda de oito metros. Tudo para captar, com todos os detalhes a enormidade do animal.

O mergulho foi em um rio do Mato Grosso do Sul, e as fotos – pelo menos para nós, que não arriscamos a vida – valem bem a pena.

Normalmente, as anacondas ficam perto da superfície da água, onde procuram presas como ratos, peixes ou pássaros. Esta anaconda, com oito metros, tinha acabado de comer uma capivara, tendo-se mostrado pouco interessada para um possível segundo prato.

“A cobra já tinha comido, por isso não demonstrou muito interesse em nós. Tudo é possível, mas duvido que ela nos devoraria. Eu estava muito perto e podia inclusive ter tocado nela, se quisesse”, explicou Banfi à imprensa internacional.

 Durante a sua viagem pelo Mato Grosso do Sul, o fotógrafo viu e fotografou seis tipos diferentes de anacondas. "No início tive medo, porque não conhecia o animal e todos diziam que era perigoso. Mas depois comecei a perceber que nada acontece se respeitarmos a cobra. Nunca tinha estado tão perto de uma cobra destas, mas acho que uma cobra pequena e venenosa mete mais medo que estas" , explicou.

*engenhariae ( Amargosa News )

0 comentários:

Postar um comentário

Agradecemos imensamente seu comentário, pedimos que tenham cuidado com ofensas e críticas aleatórias, desde já agradecemos.

 
Início | Musa do Diário | Horário dos Ônibus | Contato
Copyright © Diário do Entroncamento
Design by Diario Publicidades | Tecnologia do Blogger *IMAGEM DO SMARTPHONE ILUSTRATIVA, MODELO E MARCA A DEFINIR.
    Facebook Google + YouTube