Série Parábolas

28 de ago de 2013
Era um navio gigantesco e muito forte, media 302 metros. O capitão Marlon tinha uma preferencia especial por aquele navio. Uma vez desafiado por longínquas missões para explorar águas provavelmente jamais navegadas, ele optava na maioria das vezes pelo Baleia Azul II.

O capitão Marlon estava em sua última missão, que era altamente arriscada – ao finalizá-la ele se aposentaria. Entretanto, ele se quer imaginava o que lhe aconteceria. Tudo ocorreu bem rápido. O capitão estava numa região difícil e sem perceber aproximou-se de rochas cobertas pelas águas e bateu contra elas. O que parecia ser impossível começou a acontecer. Para Marlon era apenas um sonho, não poderia ser realidade. As águas começaram a invadir aquele gigante e rapidamente o afundou.

Os 656 tripulantes tentaram alcançar os botes salva-vidas, mas somente alguns poucos chegaram a tempo, porque a maioria estava embriagada. O navio foi a pique numa velocidade incrível, mas o bravo capitão conseguiu colocar num bote 14 homens. Foram os únicos que se salvaram.

A Marinha, depois de cinco dias, conseguiu localizar os remanescentes daquela tragédia. Apenas 15 homens foram resgatados pelos helicópteros das forças aéreas.

Quando chegaram em terra firme, os repórteres estavam de prontidão e queriam uma entrevista com o grupo de heróis. Um jornalista de uma grande emissora perguntou ao capitão:
– Todos sabíamos da importância dessa missão e também de seu grande risco, mas como o senhor interpreta esse acidente e como conseguiu se salvar e, inclusive, ajudando outros homens?

O velho capitão coçou a cabeça, segurou as lágrimas, ergueu a voz e declarou:
– Meu caro, o acidente me ensinou que não existe ninguém e nada no mundo que possa ser autossuficiente ou seguro o bastante. Eu descobri que minha experiência de 59 anos de navegação só me serviu para cegar-me da verdadeira realidade dos desafios e de minha completa dependência. E, para completar, eu só me salvei porque descobri a tempo que há um Deus que pode tudo.

Vivemos todos na grande embarcação da vida. A Bíblia fala que só haverá um remanescente que se salvará. Essa embarcação compõe-se de todos os que verdadeiramente creem em Cristo, guardam os mandamentos de Deus e se mantém lúcidos na verdade. Esse remanescente tem uma missão, ele anuncia a chegada da hora do Juízo, proclama a salvação por meio de Cristo e prediz a aproximação de Seu segundo advento.

(Leia mais sobre o tema: Marcos 16:15; Mateus 28:18-20; 24:14; II Coríntios 5:10; Apocalipse 12:17; 14:6-12; 18:1-4; Efésios 5:22-27; Apocalipse 21:1-14).

0 comentários:

Postar um comentário

Agradecemos imensamente seu comentário, pedimos que tenham cuidado com ofensas e críticas aleatórias, desde já agradecemos.

 
Início | Musa do Diário | Horário dos Ônibus | Contato
Copyright © Diário do Entroncamento
Design by Diario Publicidades | Tecnologia do Blogger *IMAGEM DO SMARTPHONE ILUSTRATIVA, MODELO E MARCA A DEFINIR.
    Facebook Google + YouTube