Série Parábolas

26 de ago de 2013

Havia numa cidade do interior da Paraíba um homem que intrigava a todos. Ele era famoso na cidade e conhecido “carinhosamente” como Zé Gambá.

Realmente havia um mistério em relação ao Zé Gambá, por um detalhe curioso. Ele tomava três banhos por dia, seu carro nunca foi visto sujo e sua casa era extremamente limpa. Mas, qual a razão do apelido e seria implicação do povo?

Apesar de seus bons hábitos de higiene, o Zé Gambá tinha um probleminha que era muito visível: ele nunca lavava o rosto e nem os cabelos. Você consegue imaginar a situação?

O povo se perguntava: por que o Zé Gambá não lava a cabeça? E, quando questionado pelos mais desaforados, ele simplesmente se recusava explicar.

Um dia um jovem religioso começou a se aproximar do Zé Gambá a fim de mostrar a Ele a salvação de Cristo Jesus. Sendo ele um homem solitário e vendo alguém que apenas o chamava de seu Zé, ele abriu o seu coração para estudar a Bíblia com o jovem.

O seu Zé estava muito feliz com o novo conhecimento até que chegou ao tema do batismo. Ele entendeu que de acordo com a Bíblia o batismo deve ser realizado por imersão, conforme o batismo de Jesus. Ele também entendeu que pelo batismo confessamos nossa fé na morte e na ressurreição de Jesus Cristo e atestamos nossa morte para o pecado e nosso propósito de andar em novidade de vida, sendo aceitos como membros por Sua Igreja.

O seu Zé abaixou a cabeça e perguntou:
– Meu jovem, não dá para me batizar sem molhar minha cabeça?
– Amigo, de acordo com a Palavra de Deus, o batismo significa a imersão completa do velho homem para que renasça no reino de Deus como nova criatura. Simboliza também sua entrega total a Cristo e não pode ficar nada de fora.

O seu Zé passou a mão na cabeça e disse:
– Então quero ser batizado por completo! – Deu um sorriso e marcou o dia.

O povo da cidade recebeu o convite para o batismo do Seu Zé, mais conhecido como Zé Gambá, e foi em peso para a igreja de tanta curiosidade. A cerimônia foi muito emocionante e todos viram o seu Zé sendo sepultado nas águas e saindo como um novo homem.

A partir daquele dia o seu Zé nunca mais foi chamado de Zé Gambá. Ele também nunca mais deixou de lavar o rosto e os cabelos. Ninguém ficou sabendo a razão que o levou a passar tantos anos sem lavar a cabeça, mas todos conheceram a mudança em sua vida. E como resultado, oitenta e cinco pessoas se converteram diretamente por causa do testemunho do Seu Zé.

(Leia mais sobre o tema: Mateus 3:13-16; 28:19 e 20; Atos 2:38; 16:30-33; 22:16; Romanos 6:1-6; Gálatas 3:27; I Coríntios 12:13; Colossenses 2:12 e 13; I Pedro 3:21).

0 comentários:

Postar um comentário

Agradecemos imensamente seu comentário, pedimos que tenham cuidado com ofensas e críticas aleatórias, desde já agradecemos.

 
Início | Musa do Diário | Horário dos Ônibus | Contato
Copyright © Diário do Entroncamento
Design by Diario Publicidades | Tecnologia do Blogger *IMAGEM DO SMARTPHONE ILUSTRATIVA, MODELO E MARCA A DEFINIR.
    Facebook Google + YouTube